Agenda da indústria têxtil e de confecção é debatida com parlamentares em Brasília

O presidente do Sintex, José Altino Comper, o primeiro vice-presidente da entidade, Rui Altenburg, e o diretor executivo, Renato Valim, estiveram em Brasília nesta quarta-feira (11), para participar de um café da manhã com integrantes da Frente Parlamentar Mista José Alencar para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção, liderada pelo deputado federal Marcos Pereira (REPUB/SP) e pelo senador Esperidião Amin (PP/SC). 

Durante o encontro, foram apresentadas as demandas do setor, como a necessária Reforma Tributária, para, conforme o presidente da Abit, Fernando Pimentel, “destravar o país, simplificar impostos, desonerar investimentos e exportações e mitigar a informalidade”.

Também foi debatida a necessidade de uma agenda internacional de competitividade, para dar um basta ao Custo Brasil, que consome cerca de R$ 1,5 trilhão ao ano das empresas que produzem em território nacional. O valor é uma comparação ao custo médio de se produzir no Brasil em relação ao custo médio dos países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que reúne as nações mais desenvolvidas do mundo. 

O presidente do Sintex aproveitou o encontro para entregar pessoalmente ao senador Esperidião Amin, um documento com as demandas da indústria têxtil e de confecção catarinense.

O evento foi organizado pela Abit - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção e contou também com a presença de autoridades. Entre eles, Carlos da Costa, secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), Carlos Melles, presidente do Sebrae, Igor Calvet, presidente da ABDI, Luiz Arthur Pacheco, presidente do Sinditêxtil-SP, Marcio Portocarrero, diretor Executivo da ABRAPA, e Gustavo Ene, secretário do Desenvolvimento, Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do ministério da Economia, entre outros convidados.