Presidente do Sintex participa de workshop sobre algodão e conhece escola de beneficiamento da fibra

O presidente do Sintex, José Altino Comper, participou do VI Workshop da Qualidade do Algodão, realizado pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) por meio do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Sul, em Rondonópolis (210 km de Cuiabá). O evento, que reuniu representantes de diversos elos da cadeia produtiva do algodão, foi marcado pela inauguração da Escola de Beneficiamento do Algodão (a única do gênero da América Latina) e pela assinatura de um termo de cooperação com a Case IH para a capacitação e treinamento da mão de obra utilizada no setor.

"Não usamos toda a tecnologia que a indústria nos oferece por falta de trabalhadores qualificados. Hoje é um dia histórico: conseguimos reunir produtores de várias regiões de Mato Grosso, representantes da indústria de diversos estados brasileiros e de agentes que atuam na comercialização da fibra para debater qualidade do algodão e o futuro da cotonicultura", afirmou Alexandre Schenkel, presidente da Ampa e do IMAmt. Junto com Mirco Romagnoli, vice-presidente da Case IH, Schenkel assinou o Termo de Cooperação e, em seguida, ambos descerraram a placa de inauguração da Escola de Beneficiamento ao lado de Milton Garbugio, vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) e Alexandre De Marco, presidente do Núcleo Regional Sul da Ampa.

Pela primeira vez, o Workshop da Qualidade do Algodão foi realizado fora da capital, finalizando a Jornada da Qualidade, que levou dirigentes e representantes de 30 empresas convidadas - dos setores de agronegócio, da indústria têxtil e de energia, de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Pernambuco, Sergipe, Ceará e Bahia - e corretores de algodão a visitarem uma lavoura de algodão, usina de beneficiamento, um laboratório de classificação de fibra e uma indústria de fiação nas regiões de Chapada dos Guimarães, Campo Verde e Primavera do Leste na terça-feira (dia 4).

"Este é o Brasil que está dando certo. A Jornada da Qualidade e esse Workshop são uma grande oportunidade para que nos aproximemos mais dos produtores e para que um conheça melhor as dores do outro", comentou Comper, presidente do Sintex.

Quatro estações – A exemplo do que ocorre em dias de campo, o VI Workshop da Qualidade do Algodão foi dividido em quatro estações e os grupos de visitantes se revezavam para receber informações sobre diferentes aspectos relacionados ao tema: da importância da escolha da variedade a ser plantada na lavoura a questões ligadas ao tingimento e ao conforto das roupas, passando pelos cuidados necessários ao beneficiamento para evitar problemas como o alto percentual de fibras curtas.

Mais informações no site da Ampa. As fotos da visita podem ser acessadas neste álbum.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Ampa)